Sibutramina emagrece, Resultados, Bula, Preço, Saiba como tomar esse remédio para emagrecer!

A sibutramina é um remédio altamente eficaz contra a obesidade, pois reduz a ingestão de alimentos, sacia o estômago e aumenta a sua taxa metabólica. Conheça detalhes!

A obesidade é uma condição alarmante que afeta a sociedade no mundo todo. Pesquisas comprovam que mais da metade da população mundial está obesa ou com sobrepeso. Sendo assim, é muito importante encontrar recursos a fim de combatê-la. É preciso cuidar da sua saúde, em primeiro lugar!


Um dos métodos para você perder peso quando se encontra em excesso de gordura é o medicamento. Muitas pessoas optam por escolher um remédio para emagrecer a fim de obterem resultados mais rápidos e definitivos.

Se você está enfrentando problemas com a obesidade, então, poderá receber ajuda desse poderoso medicamento conhecido como Sibutramina. É um fármaco que combate a vontade louca e compulsória por doces e salgados e tudo que engorda. Ele atua como inibidor da fome.

Veja abaixo mais informação da Sibutramina, o seu preço, bula e efeitos colaterais que possam surgir. Certamente, você terá excelentes resultados em sua meta de perder peso rapidamente ingerindo esse medicamento contra a obesidade.

Sibutramina Bula

De acordo com o NCBI – Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos, o uso da Sibutramina tende a ser eficaz para pessoas obesas perderem grande quantidade de gordura. Além disso, ele ajuda também a evitar doenças associadas a obesidade como as doenças cardíacas.

Se você juntar esse remédio contra a obesidade com um estilo de vida saudável como adotar uma dieta equilibrada e exercícios constantes, o efeito será ainda melhor!

Dentre os efeitos que a sibutramina gera, eis alguns abaixo:

  • Reduz a ingestão de alimentos (apetite)
  • Diminui o peso corporal
  • Melhore doenças como a síndrome de ovário policístico, distúrbio alimentar compulsivo e a obesidade em adolescentes
  • Reduz eventos cardiovasculares
  • Aumenta a expectativa de vida
  • Gera saciedade
  • Menos vontade de comer

Há também outros efeitos da Sibutramina os quais são terapêuticos através da inibição da recaptação da noradrenalina, serotonina e dopamina.

A Sibutramina e seus principais metabólicos farmacologicamente ativos (M1 e M2) não agem através da liberação de monoaminas.

sibutramina como tomar

Sibutramina como tomar

A Sibutramina é indicada para você que se encontra obeso possuindo índice de massa corporal inicial (IMC) 30 kg/m2, ou 27 kg/m2 na presença de outros fatores de risco (ex.: hipertensão arterial, diabetes).

Você deverá tomar a dose inicial de 1 cápsula de 10 mg por dia, pela manhã, com ou sem alimentação. O tratamento que você fizer pode variar entre 6 a 12 meses (no máximo 24 meses) e os resultados já começam a surgir em um prazo de 15 dias.

Sibutramina Preço

A embalagem desse medicamento contém 10 ou 30 cápsulas de 10 mg a 15 mg. Você poderá encontrá-lo em qualquer farmácia e drogaria.  O preço, geralmente, você encontra em torno de R$ 80,00.

Sibutramina Efeitos colaterais

Alguns efeitos colaterais podem surgir quando você ingerir cápsulas da Sibutramina. Abaixo o Quero Dieta irá listar alguns deles para o seu conhecimento:

  • Alterações do seu paladar
  • Sudorese
  • Insônia, boca seca
  • Constipação
  • Taquicardia, aumento da pressão arterial
  • Náuseas, hemorroidas

Evite a superdosagem de sibutramina!

Você deverá sempre evitar a superdosagem de medicamentos que são contra a obesidade, pois podem causar o efeito inverso e sérios problemas em seu corpo. Muitos que experimentaram a superdosagem de Sibutramina (cloridrato monoidratado) obtiveram limitações em suas atividades cotidianas. Por isso, siga corretamente a orientação de seu médico.

Os efeitos adversos comumente associados à superdosagem são taquicardia, hipertensão, cefaleia e tontura.

Caso você passe por esse tratamento contra a obesidade, esta deve consistir no emprego de medidas gerais para o manuseio da superdosagem, as quais são: monitoramento respiratória, caso haja necessidade; monitorização cardíaca e dos sinais vitais, além das medidas gerais de suporte.

Os estudos realizados em pessoas com insuficiência renal em estágio avançado e que realizam diálise demonstraram que a hemodiálise não altera significativamente a quantidade eliminada de metabólitos da Sibutramina.

Caso queira deixar um comentário, fique à vontade!

 

Facebook Comments