Como acabar com Dor no estômago. O que pode ser?

Se tratando de dor no estômago, é preciso ter seriedade, encontrar a causa é mais complicado do que se pensa. É preciso fazer uma avaliação com um especialista, onde você descreverá os sintomas que estão te incomodando.

Há tratamento natural pra dor no estomago, porém observe onde e como se dá a dor. Produtos como gengibre, funcho, camomila, hortelã-pimenta, limonada, compressa quente de arroz, xarope de cola, vinagre de maçã, babosa (aloe vera), são algumas dos medicamentos naturais contra dor no estomago, contudo, consulte um médico, pois o problema pode ser mais grave.

Você poderá também fazer uma dieta balanceada, comenda pequenas poções ao longo do dia, com isso estará preenchendo a parede do estomago. Procure alimentar-se de alimentos saudáveis, e no café da manhã, coma bem, não é comer muito, mas comer produtos de boa qualidade, como panqueca de aveia, frutas, sucos, entre outros.

Dor no estômago

Refluxo ácido

Do que se trata?  É  um ácido fluindo para trás a partir do estômago no sentido da garganta. Este ácido afeta uma média de 20% dos adultos, pelo menos 1 vez por semana, que vem como, dores abaixo do seu peito, sempre após comer ou ao deitarse. Muito a conhece como AZIA.

Como tratar?

Se você sente dores no estômago, azia, algumas vezes ao ano, você poderá tratar com anti-ácidos, que você entra em qualquer farmácia. Porém, se você tem estas
dores, varias vezes na semana, no mê, você pode estar com refluxo gastroesofógico, no entanto, somente um médico para fazer o tratamento adequado.

Apendicite

Trata-se da inflamação do apêndice. Cerca de 10% das pessoas tem problemas relacionado à apêndice em algum momento da sua vida. Quando a apêndice ataca,
você sentirá um desconforto terrivel, extremamente doloroso.

Para corrigir o problema de apendice, é preciso procurar um médico imediatamente, onde passará por cirurgia para arrancar o seu apêndice. Caso ocorra alguma
demora, por muito tempo, pode ocorrer o rompimento, espalhando bactérias em todo corpo, que pode levá-lo a morte.

Cálculos biliares

É um tipo de bolsa ligada ao fígado e intestino delgado, feito de colesterol endurecido e bile, um líquido que ajuda a digerir gorduras, os cálculos biliares são causados
por um elevado teor de gordura ou mesmo, uma vesícula que não esvazia corretamente.

As mulheres estão mais propensas a desenvolvê-las do que homens. A dor por cálculo biliar, é uma dor aguda no abdômen média alta que se movimenta para o lado direito, sob sua caixa toráxica, sempre aumenta quando se termina de comer.

Como tratar cálculos biliares

Caso ocorra de não passar a dor, e ainda tiver fazendo vômitos e febre, deverá procurar um médico imediatamente. O diagnostico se dá através de tomografia
computadorizada ou mesmo ultra-som.

Síndrome do cólon irritável

É um mau funcionamento dos nervos que controlam o intestisno, são sentidas como, náuseas, distensão abdominal, diarreia, ou mesmo prisão de ventre e cólicas na
parte inferior do abdomen.

Para fazer o tratamento, é preciso procurar um médico, que com com certeza irá prescrever um medicamento anti-espasmático para regular o impulso, e assim aliviar o desconforto.

Úlcera

É uma dor no estômago muito forte. Sempre se dá quando se está com fome. Medicamentos como aspirina ou ibuprofeno, tendem a piorar, recomenda-se a interrupção imediatamento do medicamento.

Procure um médico para fazer o tratamento, que sempre se dá por antibióticos , ou até mesmo cirurgias.

Intolerância à lactose

A intolerancia a lactose, é um desconforto após o consumo de produtos a lácteos, devido a um déficit na enzima que digere a lactose, o açúcar encontrado em produtos
lácteos.

Os sintomas são sempre náuseas, colicas, flatulências, gases e diarreia.

Para combater a intolerancia a lactose, recomenda-se a redução de produtos que contenham lactose. Tome menos leite. Procure variar, encontre outros produtos
lácteos e faça uma experiencia. Queijos como suíço ou cheddar tem pequenas quantidades de lactose e normalmente não causam os sintomas citados acima.

Importante, produtos lácteos, são fonte principais e comuns de cálcio, certifique-se que você está recebendo suficientemente esse mineral em sua dieta diária.

Dor no estômago

Imagem: clickgratis.com.br

Doença de crohn

É um tipo de doença conhecida como doenças inflamatórias tigela. Crohn afeta o final do intestino delgado e do cólon, se dá sempre como dores persistentes
abdominal, diarreia, perda de peso, e muito das vezes com febre, e ainda, pode encontrar sangue nas vezes.

A doença de crohn se dá sempre em pessoas com menos de 30 anos, há tratamento porém não há cura. O tratamento se dá sempre com medicamentos e esteróides
anti-inflamátorios, que poderá estender por alguns anos de sua vida.

Colite

Colite é um tipo comum de doença inflamátoria intestinal, que afeta apenas o cólon e reto. Este tipo de dor no estomago, se dá como dor de barriga ou cólicas, diarreia
com sangue, perda de peso, nauseas e muito das vezes vômitos.

O tratamento vai depender da complexidade, cado seja leve, basta apenas medicamentos simples, em casos mais graves, poderá ser necessário o tratamento com medicamentos anti-inflamatórios ou esteroides.

Doença celíaca

Doença digestiva que danifica o intestino delgado devido a um intolerância ao glúten, proteína encontrada no trigo, centeio e cevada. Considerada hoje como distúrbios gastrointestinal mais comum.

Pessoas com doenças celíaca, sentem cólica, inchaço e diarreia, podendo agravar como anemia, osteoporose, e até mesmo infertilidade.

O tratamento, é evitar o glúten. Hoje em dia é facilmente alimentar-se de produtos livres de gluten e que por sinal faz muito bem para quem está em busca de perder
peso.

Tiróide

Um déficit ou mesmo excesso de hormônios secretados pela glândula tiróide, podendo aumentar ao máximo seu metabolismo ou mesmo deixá-lo lento. A tiróide
hiperativa pode causar diarreia, e a tiróide lenta, preguiçosa pode causar prisão, que muitos confundem como dor no estomago.

Um tiróide desregulada pode causar a perda de peso ou mesmo aumento de peso, e ainda, palpitações cardiacas ou baixa energia, nervosismo ou depressão, perda de
cabelo, entre outros problemas.

O tratamento de tiróide é preciso que seja acompanhada junto ao seu médico, que provavelmente irá prescrever um medicamento hormonal para regular sua tiroide. O
tratamento poderá ocasionalmente, ser uma cirurgia, isso em casos mais graves.

Facebook Comments

Leave a Reply