Erro médico, Saiba Como Proceder, Conheça Seus Direitos e o Que Fazer.

0
25

Como proceder em relação a um erro médico?

O erro médico consiste na falha do profissional seja por imprudência, imperícia ou até mesmo negligência no exercício de seu ofício, sendo fundamental recompensar as vítimas ou os parentes.

Os erros médicos são bastante comuns, no entanto, é raro quando acabam se tornando processos judiciais por conta da falta de conhecimento necessário por parte do cidadão para tomar as devidas providências.

Por isso, confira a seguir como proceder em relação a um erro médico para exigir os seus direitos!

Tipos de indenizações

Erro médico valor da indenização
Erro médico valor da indenização

Quando ocorre um erro médico, a responsabilidade não é só do profissional, mas também do hospital ou da clínica onde foi realizado o procedimento.

Para tanto, de acordo com as leis do Brasil, os pacientes que forem lesados devido a erros médicos têm o direito de receber três tipos de indenizações:

  • Danos materiais
  • Danos morais
  • Danos estéticos

No caso dos danos materiais, a vítima recebe o valor gasto no tratamento e ao que possa ter deixado de ganhar por conta desse erro, como dias de trabalho perdidos.

Já os danos morais referem-se a uma quantia para compensar a dor moral a qual o paciente foi submetido.

É possível também que a vítima de um erro médico receba danos estéticos, que corresponde ao prejuízo causado em sua aparência, como cicatrizes ou outras deformidades.

Categorias de erros médicos

Um erro médico pode ser definido a partir de três categorias:

  1. Negligência: falhas causadas por desleixo e falta de atenção ou por falta de cuidados ao paciente;
  2. Imperícia: quando um médico faz um procedimento para o qual não estava preparado;
  3. Imprudência: quando o médico assume riscos que podem colocar o paciente em risco, com ausência de amparo científico para tomar essa decisão.

Exigindo os seus direitos

Assim que o erro médico for identificado, é preciso realizar um Boletim de Ocorrência na delegacia e denunciar ao Conselho Regional de Medicina (CRM).

Porém, independente da decisão do CRM, é possível solicitar uma indenização abrindo um processo na Justiça Civil com o auxílio de um advogado trabalhista. Caso você não tenha condições de pagar pelos serviços de um advogado erro médico, pode procurar a Defensoria Pública.

Conte com a ajuda de um bom profissional e faça questão de exigir os seus direitos!

Facebook Comments